Um Abismo

quinta-feira, setembro 04, 2008

CANTEIRO


uma nuvem caída
nas flores de setembro

5 Comments:

  • At 3:50 da tarde, Blogger mateo said…

    Ora até que enfim!
    Não precisas de muitas palavras para me atiçares a imaginação...
    Um beijo.

     
  • At 8:00 da tarde, Blogger LM,paris said…

    hà uma paisagem inteira que se fixa na retina apos este curto poema.
    um algodao de orvalho, um outono de flores survendo a pouca chuva.
    Bjos,
    LM

     
  • At 4:06 da manhã, Blogger maria josé quintela said…

    e o meu espanto



    pelo canteiro que cultivaste com tão parcas palavras!



    espero que seja um regresso.


    um beijo

     
  • At 4:24 da tarde, Blogger D. Quixote said…

    :)
    Foi bom descobrir que haviam novas palavras para descobrir...
    Continua a brindar-nos com o teu imaginário.

     
  • At 9:56 da tarde, Blogger o que me vier à real gana said…

    O mundo sorri por voltar a escrever... ou dar a conhecer!
    Em seu nome, obrigado!

     

Enviar um comentário

<< Home